Elen Gruber: artista residente da primeira edição

O projeto Nômade 2e1 consiste em residências artísticas de dois meses, realizadas no Coletivo 2E1, ateliê localizado em Perdizes, na capital paulista. As residências englobam a produção de exposições e bate-papos com o público sobre o processo de criação. Durante este período, o artista participante é acompanhado por dois profissionais (artistas, críticos, curadores), criando assim um espaço de intercâmbio e fortalecendo a produção de conhecimento.

A primeira residente foi a jovem radicada paulistana Elen Gruber, que, no período de 19 de dezembro de 2012 a 19 de fevereiro de 2013, pesquisou procedimentos controle em ambientes hospitalares para execução de vídeos e performances, acompanhada pelo artista visual Daniel Caballero e pelo crítico Douglas Negrisolli. Durante a residência, o trio conversou com o público sobre o primeiro mês de pesquisa e o projeto de execução/apresentação dos trabalhos em andamento. A exposição com os resultados da residência abriu em 19 de fevereiro de 2013, precedida de um segundo bate-papo com a artista e ficou em exibição até 04 de março do mesmo ano.