Narrativas românticas e positivistas assumiram o mito do indivíduo com tanta avidez que o trabalho coletivo